Os maiores compositores de cada gênero musical

Os maiores compositores de cada gênero musical

Kezia Kezia 19 mar 2022

Nem só de filmes e séries fazemos o nosso entretenimento, não é mesmo? A música, não importa a forma, sempre esteve presente na vida do ser humano. Seja dos gêneros mais clássicos até os mais atuais, ela sempre tem algo inovador e destinado a cada tipo de público. Mas, você sabe quais são os maiores compositores de cada gênero musical? Nós, do Tudo Pop, preparamos uma lista para você descobrir um pouco mais sobre esse mundo. 

Jazz, eletrônica, hip hop, blues, não importa o gênero, todos eles possuem algo em comum: figuras marcantes que fizeram história para toda uma geração. Se você ainda não conhece algum deles, chegou o momento de fazer isso acontecer! Vem com a gente! 

Veja agora mesmo: 

Jovem ouvindo música
Jovem ouvindo música

Os maiores compositores de cada gênero musical   

Quando falamos sobre gênero musical, facilmente lembramos dos gêneros que mais gostamos, aqueles que mais nos agradam. Entretanto, conhecer outros tipos de música pode ser uma experiência bem bacana, afinal, nunca se sabe, não é mesmo? Existe uma infinidade de gêneros musicais, mas hoje, preparamos uma lista com os principais e seus nomes de destaque. Confira abaixo: 

Jazz 

É muito difícil citar as características do jazz em poucas palavras, e colocarmos em uma caixinha fechada. Mas, se quisermos entender um pouco desse gênero, basta sabermos que se trata de um estilo marcado pelo swing, improvisação e ritmos não lineares. O jazz surgiu entre 1890 e 1910, em Nova Orleans, nos Estados Unidos. E seu maior representante não poderia ser ninguém menos do que Miles Davis. Considerado um dos músicos mais influentes do século XX, Davis esteve na vanguarda do jazz desde a Segunda Guerra Mundial até a década de 1990. 

Indicação para ouvir: Miles Davis – So What  

Blues 

O blues é um dos gêneros que mais está ligado à raízes africanas que permaneceram nos Estados Unidos durante o século XIX, um ritmo que reúne canções espirituais, música tradicional e canções de trabalho afro-americanas. Seu maior compositor? Ele mesmo! Willie Dixon. Dixon foi um baixista, cantor e produtor musical norte-americano, o nome mais importante do blues e uma das maiores referências para o que, posteriormente, viria ser o rock and roll. 

Indicação para ouvir: Willie Dixon – I Can’t Quit You Baby 

Hip Hop 

Hip hop ou rap, é um gênero musical que surgiu nos Estados Unidos, também por afro-americanos, juntamente com latino-americanos no Bronx, em Nova Iorque, no ano de 1970. É um ritmo intenso que mescla rimas poéticas, ritmo intenso, trazendo na maioria das vezes, denúncias sociais de povos marginalizados. Escolher o maior nome do hip hop não é uma tarefa fácil. Por isso, separamos três artistas que exemplificam bem o que é esse movimento. São eles, Tupac Shakur, Jay-Z e Kanye West, atualmente, conhecido como Ye.  

Indicação para ouvir: Tupac Shakur – How Do You Want It 

Kanye West/Ye feat. Jay-Z – Never Let Me Down.  

Rock 

Mais um dos ritmos nascidos nos Estados Unidos, o rock ou rock and roll, surgiu no final dos anos 1940 e início dos anos 1950, com raízes no country, blues e R&B, rapidamente se espalhou pelo mundo inteiro. O maior nome? Você já sabe quem é! Freddie Mercury, que mesmo após a sua morte no ano de 1991, continua sendo um dos nomes mais influentes, não só no rock, mas no mundo da música em geral. Juntamente com a banda Queen, marcou uma geração inteira de fãs, e, sem dúvidas, deixou muita saudade! 

Indicação para ouvir: Queen – Another Ones Bites The Dust 

Reggae 

Criado na Jamaica, no fim da década de 1960, o reggae se trata de um ritmo deliciosamente lento, entretanto, incrivelmente dançante. Sem maiores novidades, seu maior representante é Bob Marley, que popularizou internacionalmente o gênero. Entretanto, nomes como o de Peter Tosh não podem ser esquecidos ao se tratar do ritmo.  

Indicação para ouvir: Bob Marley – Is This Love 

Peter Tosh – Nothing But Love

Pop 

Um dos ritmos mais ecléticos, pois incorpora características de outros gêneros, o pop surgiu durante a década de 1950, nos Estados Unidos e no Reino Unido. Se já há um consenso sobre quem é o rei do pop, não somos nós que iremos discordar, não é mesmo? Muito pelo contrário, assinamos embaixo! Michael Jackson foi, e continua sendo, um dos ícones culturais mais importantes de toda a história da música. Sua passagem pelo Brasil, e o videoclipe gravado em Salvador e no Rio de Janeiro, repercute até os dias de hoje. 

Indicação para ouvir: Michael Jackson – They Don’t Care About Us  

Eletrônica 

Por incrível que pareça, a música eletrônica começou a ser desenvolvida no ano de 1948, quando o músico francês Pierre Schaeffer uniu diferentes instrumentos e gravações de toca-discos em uma única música, criando, assim, o que conhecemos como “as mixagens sonoras”. Nós sabemos, pode parecer previsível, mas, você realmente consegue pensar em um representante desse gênero maior do que Skrillex? Pois é! O produtor, cantor e compositor é o maior responsável pela popularização do subgênero Dubstep. 

Indicação para ouvir: Skrillex – In Da Getto  

Country 

Gênero de música popular nos Estados Unidos, o country surgiu na década de 1920. Acompanhado de melodias simples e de instrumentos de corda, esse estilo musical conta com baladas e melodias de dança. Um dos nomes mais importantes do gênero, sem dúvidas, é Johnny Cash, conhecido por seus fãs como “O Homem de Preto”, e que nos deixou no ano de 2003, porém, com um legado eterno. 

Indicação para ouvir: Johnny Cash – I Walk The Line 

Música Clássica 

A música clássica, ou música erudita, foi desenvolvida na Europa, sendo utilizada principalmente em cerimônias religiosas. Mais tarde, a música clássica também passou a ser usada para divertir reis e nobres. O maior nome dessa obra de arte? Bach! Foi ele quem aperfeiçoou a arte do contraponto, a composição em polifonia. 

Indicação para ouvir: Bach – Toccata and Fugue in D minor 

Grandes nomes da música brasileira

Não que os gêneros citados não tenham seus representantes no Brasil, porém, nada como um espaço para enaltecer a nossa cultura, não é mesmo? Então, separamos alguns dos maiores compositores da história da música brasileira e seus respectivos gêneros. 

1. Cartola (1908-1980) 

Considerado por muitos um dos maiores sambistas do Brasil, Agenor, mais conhecido como Cartola, também era poeta e violinista. Seus melhores amigos? Um cavaquinho e um violão. 

Indicação para ouvir: Cartola – Tive Sim

2. Luiz Gonzaga (1912-1989) 

O “pai do baião, do xote e do xaxado”, ritmos tipicamente nordestinos, devem muito a Luiz Gonzaga, cantor e compositor, que popularizou os ritmos por todo o Brasil. 

Indicação para ouvir: Luiz Gonzaga – Saudade de Pernambuco 

3. Gilberto Gil (1942) 

O baiano que iniciou sua carreira aos 20 anos, se tornou um dos maiores ícones da música popular brasileira. Ajudou a criar o “Tropicalismo”, um dos movimentos mais importantes da música brasileira, se diferenciando ao misturar ritmos nacionais, estadunidenses e ingleses. 

Indicação para ouvir: Gilberto Gil – Toda Menina Baiana 

6. Milton Nascimento (1942) 

Um dos cantores mais queridos e aclamados da música brasileira, não poderia ficar de fora da nossa lista. Aos 21 anos, Milton criou a banda “Clube da Esquina”. E continua em atividade solo hoje em dia, tendo um prestígio inigualável. 

Indicação para ouvir: Milton Nascimento – Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor 

7. Tim Maia (1942 – 1998) 

O síndico do Brasil, nascido no Rio de Janeiro, com apenas 15 anos, formou a banda “The Sputniks”, juntamente com Roberto Carlos. Incorporou em seu repertório o soul e o jazz, e, rapidamente, tornou-se a principal voz do soul no Brasil. 

Indicação para ouvir: Tim Maia – Réu Confesso 

6. Chico Buarque (1944) 

Quem nunca se imaginou vivendo uma linda história de amor, ao ouvir as canções de Chico Buarque? Um dos nomes mais importantes da MPB, entrou para história com músicas que marcaram e continuam marcando o público brasileiro. 

Indicação para ouvir: Chico Buarque – Teresinha  

7. Jorge Ben Jor (1939) 

Conhecido como Jorge Ben ou Jorge Ben Jor, é um dos cantores com maiores prestígios internacionais. Isso, graças ao seu ícone disco “Á Tabua de Esmeralda” lançado em 1974, misturando MPB, samba-rock, funk e jazz. Ainda em atividade, Ben Jor ainda coloca muito jovem no chinelo ao realizar seus shows com muito gás e alegria. 

Indicação para ouvir: Jorge Ben Jor – Zé Canjica 

8. Rita Lee (1947) 

Conhecida como “rainha do rock”, Rita Lee possui uma enorme trajetória na música brasileira. A música de Rita Lee passeia tranquilamente entre a MPB, rock, pop e bossa-nova, com letras irreverentes, inteligentes e provocativas.  

Indicação para ouvir: Rita Lee – Desculpe O Auê

9. Dona Ivone Lara (1921-2018) 

A “rainha do samba” ou “grande dama do samba”, nasceu no Rio de Janeiro, e se dedicou a música após se aposentar, em 1977. A artista escrevia músicas para escolas de samba e partidos-altos. Mas, devido ao preconceito, o primeiro disco assinado em seu nome veio apenas no ano de 1978.  

Indicação para ouvir: Dona Ivone Lara – Sorriso Negro 

10. Maria Bethânia (1946) 

Cantora, compositora e poetisa, é conhecida como “A rainha da MPB”, nasceu na Bahia. Estreou como cantora em 1963, mas o início de sua carreira foi no ano de 1965. E, até hoje, é um dos nomes mais importantes da música popular brasileira. 

Indicação para ouvir: Maria Bethânia – As Canções Que Você Fez Pra Mim 

Nós sabemos que a lista estava boa, mas uma hora ela teria que chegar ao fim. O que você pode fazer agora é criar uma playlist com todas as nossas indicações musicais e muitas outras. Mas, não nos responsabilizamos por nenhuma fanfic criada com o crush ao som de alguma dessas músicas, ok? Aproveite! 

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos